RSS
Link
18 abr
  • para a maioria das pessoas, uma data comercial – uma data para vender.

  • já para os Judeus é a saída do povo do Egito.

  • e para os cristãos “deve significar”, Ressurreição, vida eterna, o impossível se tornando possível.

Vejamos em breves palavras a origem e o significado da páscoa

A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bí­blia, no livro chamado “Êxodo” Êxodo significa saí­da, e é exatamente sobre a saí­da dos judeus do Egito que esse livro relata.

Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação deu iní­cio a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.

Em Izaias 49:14 ao 16 olha só o que ele diz:

14 Porém Sião diz: Já me desamparou o SENHOR, e o meu Senhor se esqueceu de mim.
15 Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.
16 Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim.

Conta a Bí­blia que Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que comessem só pão sem fermento e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esse procedimento celebrado de geração em geração.

Porém, o Senhor não abandona seu povo, ainda que em determinados momentos de nossas vidas possamos pensar que estamos sós.

Êxodo 12:01 diz:

1 E FALOU o SENHOR a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo:
2 Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.

Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em hebraico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí­ surgiu a palavra Páscoa.

Para uma nova aliança com seu povo, Deus mandou seu único filho para resgatar a humanidade do vale de morte espiritual.

Mateus 28. 5 a 10, diz:

Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
6 Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
7 Ide, pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que eu vo-lo tenho dito.
8 E, saindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos seus discípulos.
9 E, indo elas a dar as novas aos seus discípulos, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram.
10 Então Jesus disse-lhes: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão à Galiléia, e lá me verão.

Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a “boa-nova”, esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.

A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o iní­cio de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.

No momento de sua morte, estavam sobre Ele todos os pecados da humanidade, isto é, aquele que assim crê tem a possibilidade de recebê-lo como seu único e suficiente salvador.

Pois seu Corpo foi moído na Cruz do Calvário e seu sangue derramado como pagamento em resgate do homem que era escravo do pecado.

Portanto, o domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz.

Hoje, o domingo de Páscoa representa uma oportunidade de fazermos uma retrospectiva em nossas vidas, e estabelecermos um ponto de recomeço, de sermos melhores, de sairmos do “Egito”.

Pão da vidaJesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.   João 6:35

A páscoa é a comemoração de nossa saída da velha vida, para a nova vida com Cristo, seria a data mais importante para o Cristão uma data com cunho “espiritual”.

A Páscoa é sinônimo de restituição e libertação do pecado, a maior mensagem a ser pregada nesta data foi que Jesus Cristo ressuscitou, a esperança foi nos devolvida.

Sangue de CristoMas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os       outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.   1 João 1:7

Esta é a maior mensagem, a esperança retornou, parecia impossível recomeçar, reconstruir, mas só parecia!

Esta data é a data do impossível se tornando possível, uma data de superação de socorro divino, que nos mostra que Deus se importa com o seu povo, e tem o melhor para dar-lhe.

Comemore a Páscoa de todo o seu coração

18 de abril de 2014.

Vanderlei Machado

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 18/04/2014 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: